A empresa norte-americana Walker Wilderness Enterprises apresentou recentemente o seu novo projecto, um contentor marítimo transformado – e reciclado – numa pequena casa e que segue uma tendência há algum tempo prevista: o reaproveitamento de contentores marítimos para fins de habitação.

A Container Tiny House tem 12 metros de comprimento, uma única porta e várias janelas operacionais, num total de 29 metros quadrados de espaço interior. O grande desafio no que toca a transformar os contentores marítimos em locais habitáveis está relacionado com o isolamento: caso os contentores não sejam alterados, é impossível por lá permanecer num dia de calor. Nem com algumas janelas incorporadas.

Para resolver este problema, a Walker secou as paredes e isolou o contentor com 7 a 10 centímetros de espuma, para garantir que o frio e o quente se mantêm fora de portas.

Apesar do tamanho reduzido, o contentor tem espaço para dois quartos – cada um num local aposto do contentor – e uma cozinha com sal de jantar. Há ainda uma casa de banho e pequena sala para arrumações. A casa de banho inclui uma sanita compostável e um chuveiro e toda a casa está preparada para instalação eléctrica e canalização.

Segundo o Gizmag, a casa está à venda por €63.000.