A expansão da tecnologia LED trouxe algumas mudanças no mercado da iluminação, mas também no sector dos aparelhos audiovisuais. Actualmente, ao visitarmos uma loja da especialidade encontramos uma imensa panóplia de opções de televisões de baixo consumo, em que o consumo se situa na classe A++. E é aqui que por vezes surge a dúvida: de todas as opções, como saber que modelo escolher?

Uma vez que este é um equipamento que, regra geral, usamos durante várias horas diariamente é da máxima importância ter em atenção alguns detalhes antes de avançarmos para uma compra. À partida, a dimensão do ecrã é uma das características mais importantes a ter em consideração. A dimensão do ecrã deve ser proporcional à distancia a que vamos estar do aparelho. Por exemplo, no caso de um televisor com 40 polegadas, este não deve ficar a menos de 2 metros dos nossos olhos.

Para conseguir uma ainda maior poupança de energia, com impacto directo na conta da electricidade ao fim do mês, deverá adquirir uma tomada de interruptor com corte de corrente. Este pequeno aparelho vai anular os consumos standy by e off mode, diminuindo os consumos energéticos e poupando o ambiente.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.

Foto: via Creative Commons