Criado grupo de trabalho para rever carreiras dos sapadores florestais e vigilantes

O Sindicato Nacional da Proteção Civil (SNPC), e os ministérios do Ambiente e do Trabalho criaram um grupo de trabalho para negociar matérias relacionadas com as carreiras dos sapadores florestais e dos vigilantes da natureza.

“O que está em cima da mesa, é a integração dos Sapadores Florestais, na Carreira de Bombeiros Sapadores Florestais, o Estatuto Profissional e a revisão (há muitos anos esquecida) da Carreira dos Vigilantes da Natureza”, refere o SNPC, afeto à UGT, sobre as preocupações manifestadas hoje em reunião entre o secretário-geral da central sindical, Carlos Silva, o secretário-geral adjunto Sérgio Monte e o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

Sobre estas questões, o SNPC considera “bons indicadores” a criação de um grupo de trabalho que junta o sindicato e os ministérios do Ambiente e do Trabalho que vai “desenvolver esforços, para que, até final do ano, haja uma proposta de integração dos Sapadores Florestais”.

No comunicado, o SNPC manifesta esperança de se “encontrar uma solução conjunta” para as reivindicações que o sindicato “tem vindo a colocar a todos os decisores políticos”.

O SNPC refere em comunicado que os dois responsáveis da UGT informaram o sindicato que “viram da parte do senhor ministro uma boa vontade de que esta integração se faça” e prevê-se que estas matérias sejam negociadas em setembro.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.