Crise/Energia: Produção hídrica atinge novo pico máximo em 04 de janeiro



A produção hídrica na rede nacional atingiu um novo máximo de 6.531 megawatts (MW), em 04 de janeiro, devido à chuva e consequente aumento do caudal dos cursos de água, disse hoje a REN – Redes Energéticas Nacionais.

“No dia 04 de janeiro, a REN – Redes Energéticas Nacionais registou um novo pico máximo de produção hídrica na rede nacional, atingindo os 6.531 MW às 17:30”, informou a REN, em comunicado.

O anterior máximo tinha sido registado em 21 de março de 2018, dia em que o pico de produção hídrica atingiu os 6387 MW às 19:30.

Segundo a responsável pela gestão global dos sistemas elétrico e de gás natural, “este valor foi atingido devido à elevada precipitação verificada nesse período e ao aumento do caudal dos cursos de água, tendo-se registado uma produção total de 99 GWh [gigawatts-hora] no dia 04 de janeiro, o triplo do mesmo período em 2022”.

Naquele dia, a energia hídrica foi responsável por quase dois terços do consumo total, enquanto o saldo de trocas com o estrangeiro foi exportador, com quatro GWh.

Em 2022, o índice de produtibilidade hidroelétrica foi de 0,63, abaixo da média histórica de um, devido à seca, que levou a uma descida da produção anual hidroelétrica em 36%.

No entanto, em dezembro, a forte precipitação que se fez sentir fez aumentar o índice de produção hidroelétrica para 1,67.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.