Degelo leva à descoberta de artefactos da Idade da Pedra à Idade Média

O glaciar Langfonne da Cordilheira Jotunheimen, na Noruega, tem de momento menos 30% do gelo do que há 20 anos. Este acontecimento, derivado do aquecimento global, tem permitido aos especialistas descobrir artefactos com milhares de anos.

Uma equipa de arqueólogos do programa Glacier Archaeology Program em Innlandet descobriu entre 2014 e 2016, 68 flechas do período desde a Idade da Pedra à Idade Média, destacando-se a Idade do Ferro. A mais antiga tinha 6 mil anos. Durante a investigação , foram também descobertas 6 hastes de flechas de há 4000 a.C..

Sendo este um local de caça de renas, foram encontrados cerca de 300 vestígios de fauna, entre eles ossos e chifres, e ainda centenas de varas de madeira (às quais chamam “scaring sticks”) que eram utilizadas na caça às renas.

Os objetos descobertos estavam em diferentes estados de preservação, consoante a parte do gelo em que estavam conserevados. Segundo os investigadores, as descobertas da Idade da Pedra eram as que estavam mais à superfície atual do gelo.

Veja aqui um vídeo com alguns dos artefactos descobertos durante a investigação:

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...