Dia do Orangotango. O nosso parente evolutivo mais próximo está em risco de extinção

Em malaio, orangotango significa “pessoa na floresta”, tais são as parecenças entre esta espécie e os humanos.Na verdade, os orangotangos são os nossos parentes evolutivos mais próximos. Cerca de 97% do seu ADN é igual ao dos humanos, e as semelhanças a nível cognitivo também são imensas.

Vários estudos têm demonstrado que estes primatas podem criar ferramentas para viver de forma produtiva no seu habitat, assim como modelam comportamentos consoante o ambiente envolvente.

Por diversas vezes cientistas testemunharam orangotangos a utilizar gravetos ou galhos como ferramentas de forrageamento para alcançar frutas em galhos altos e até mesmo para proteção contra insetos perigosos.

Os cientistas também viram-nos organizar folhas, como se de um poncho se tratasse, para proteger a pele do sol ou da chuva excessiva.

Estas práticas são tradições, transmitidas de geração em geração. Os jovens orangotangos crescem a observar os costumes dos mais velhos e, quando têm idade suficiente, sabem como colocar as suas habilidades em prática.

Ambas as culturas – humana e orangotango – dependem da criação e desenvolvimento de ferramentas para sobreviver. Infelizmente, as ferramentas humanas são a principal ameaça aos orangotangos. O desmatamento massivo destruiu o habitat crítico da floresta tropical necessário para a sobrevivência destes grandes macacos. Isso ocorre nem uma escala tão grande que as suas populações estão a ser reduzidas drasticamente. A União Internacional para a Conservação da Natureza lista todas as três espécies de orangotangos (Sumatra, Bornéu e Tapanuli) como Criticamente Ameaçadas.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.