Dia Mundial do Vigilante da Natureza. Qual é a importância destes “rangers florestais”?

Celebra-se hoje, dia 31 de julho, o Dia Mundial do Vigilante da Natureza, data que defende a importância e homenageia todos os guardas florestais do mundo, que trabalham diariamente pela defesa da fauna e flora, e “em prol da proteção dos tesouros naturais e do património cultural do nosso Planeta”. Em Portugal, este grupo é representado pela APGVN – Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza.

A iniciativa teve início através da International Ranger Federation (IRF) e da fundação The Thin Green Line Foundation. A IRF realiza desde 1995 o Congresso da Federação Internacional de Rangers, a cada três anos, e o próximo vai ser nos Açores em 2022.

Os Vigilantes da natureza, também conhecidos por Rangers, têm um papel muito importante no Planeta. São eles que protegem as nossas áreas naturais, evitam a destruição de habitats e fenómenos como os incêndios florestais, ajudam na recuperação dos ecossistemas e na preservação de espécies de animais e de plantas.

Mike Appleton, da União Internacional para a Conservação da Natureza, afirma que estes profissionais “desempenham um papel crítico no combate às duas crises de perda de biodiversidade e de clima”, tal como na proliferação de novas doenças zoonóticas e no aumento da poluição.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.