“É fundamental investir em mais políticas públicas para os oceanos”



No Dia Mundial dos Oceanos, o Fórum da Energia e Clima alerta para a necessidade de se investir em políticas públicas adequadas que permitam tornar os oceanos mais seguros e saudáveis.

“Atualmente os oceanos são confrontados com diversos problemas, como a poluição por plásticos, as pescas ilegais ou a sobrepesca, mas sobretudo com o aumento da temperatura média da água que se reflete no aumento do nível do mar, na perda da biodiversidade ou no branqueamento dos corais. Este aumento da temperatura dos oceanos tem enorme impacto global na medida em que conduz a tempestades mais severas, ciclones e furacões mais intensos, a chuvas mais fortes e maior risco de inundações”, afirma Ricardo Campos, presidente do Fórum da Energia e Clima.

De acordo com o responsável, é por isso “fundamental investir em políticas públicas adequadas para os oceanos, por forma a reverter esta situação e a garantir que os oceanos são saudáveis”.

Ricardo Campos sublinha que “temos em Portugal, nas nossas universidades, um grande conhecimento das Ciências do Mar. Neste sentido, o aprofundar de cooperação com as universidades de todos os países da CPLP é muito importante para que a razão da Ciência esteja ao serviço da construção de melhores políticas públicas “.

O Fórum da Energia e Clima defende que os oceanos desempenham um papel crucial na consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, pelo que a Conferência dos Oceanos, que vai decorrer este ano em Lisboa, se assume como uma grande oportunidade de trabalhar os oceanos de forma concertada na agenda da sustentabilidade global.

 



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.