E se a entrada de um novo colaborador fosse positiva para o ambiente?



Na LEO Pharma, companhia farmacêutica com sede na Dinamarca, um novo colaborador é também uma hipótese de contribuir para um mundo mais justo e sustentável. Através da iniciativa “Trees for New Employees”, por cada nova contratação são plantadas 10 árvores.

Criada em junho de 2020, esta iniciativa de responsabilidade social e corporativa abrange colaboradores de todo o mundo e já permitiu plantar, segundo a multinacional, 11.640 árvores, das quais 6.930 no Gana e 4.710 na Dinamarca. Em Portugal, a empresa já contribuiu para a plantação de 20 árvores.

No Gana, esta ação decorre em parceria com a associação Growing Trees Network, que colabora com as comunidades locais. As árvores de fruto – como a mangueira e o cajueiro – promovem a reflorestação em determinadas áreas e incentivam ao compromisso das comunidades, que ficam encarregues do tratamento das árvores e da apanha da fruta. Esta acaba por ser também uma fonte de rendimento.

Nuno Brás, diretor geral da LEO Pharma Ibéria, refere que “esta iniciativa integra a aposta estratégica na sustentabilidade levada a cabo pela LEO Pharma em todo o mundo. A LEO Pharma está totalmente comprometida com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e estamos empenhados em contribuir para o desenvolvimento das comunidades locais enquanto limitamos o impacto das alterações climáticas”.

 



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.