E se os pneus de carro usados fossem utilizados para revestir fachadas? (com FOTOS)

Um dos países presentes na Bienal de Artes de Veneza, Israel, conta com um pavilhão com um design arrojado, pensado pelo artista Tsibi Geva. Para o evento, o artista decidiu decorar a fachada do pavilhão com 1.000 pneus de carros utilizados que foram trazidos directamente de Israel.

O objectivo dos pneus é criar uma camada protectora e o interior do pavilhão, que foi chamado “Arqueologia do Presente”, segue a mesma lógica, estando revestido com persianas e outros objectos domésticos descartados, criando uma narrativa que explora a materialidade de uma habitação.

O pavilhão está localizado nos jardins Giardini e foi concebido pelo arquitecto Zeev Rechter, sendo que os acabamentos finais são da responsabilidade de Geva.

Veja a nova utilidade dada a estes pneus em fim de vida.

[nggallery id=1846 template=greensavers]

 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...