Elefanta dá à luz duas gémeas no Quénia



Uma elefanta deu à luz duas filhas gémeas no Quénia, um acontecimento raro para o maior mamífero terrestre do mundo, anunciou uma organização que trabalha para proteger esta espécie ameaçada.

As duas bebés elefantas nasceram na reserva nacional de Samburu, no norte deste país da África Oriental, de uma fêmea chamada Alto, declarou a organização Save the Elephants, congratulando-se com esta “dupla alegria”.

Os nascimentos de gémeos representam apenas cerca de 1% dos nascimentos de elefantes, mas a reserva de Samburu viu nascer outros dois elefantes gémeos – um macho e uma fêmea – no início de 2022.

Num vídeo publicado pela Save the Elephants na sua conta X (antigo Twitter), as duas elefantas bebés podem ser vistas a mamar na mãe, na presença dos outros membros do grupo.

As elefantas têm o período de gestação mais longo de todos os mamíferos, carregando as suas crias durante quase 22 meses e dando à luz aproximadamente de quatro em quatro anos.

Os elefantes gémeos nem sempre conseguem sobreviver. Por exemplo, os gémeos nascidos em Samburu em 2006 sobreviveram apenas alguns dias.

Existem mais de 36.000 elefantes no Quénia, de acordo com os números do primeiro censo nacional de toda a vida selvagem do país, realizado em 2021.

Este número representa um aumento de 12% em relação à população registada em 2014, quando a caça furtiva para obtenção de marfim era maior.

A União Internacional para a Conservação da Natureza alertou em 2021 para o facto de a caça furtiva e a destruição do habitat, particularmente devido à conversão de terras para a agricultura, estarem a ter um efeito devastador no número de elefantes em toda a África.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra