EPIS viaja com 43 jovens para que encontrem a sua vocação profissional

A Associação de Empresários pela Inclusão Social (EPIS) vai viajar, esta semana, com 43 jovens por várias empresas do país, com o objectivo de os motivar e encaminhar para um futuro profissional de sucesso. Em Matosinhos, onde chegaram na tarde de segunda-feira, visitaram a refinaria Galp e a fábrica Unicer.

A “Rota das Vocações de Futuro”, que está na sua primeira edição, pretende despertar o interesse nos jovens para encontrarem a sua vocação, através de uma componente educacional, mas também cultural e lúdica. Nos próximos dias, os alunos vão visitar o Parque Eólico do Caramulo, a Casa da Música, no Porto, a Escola Superior Agrária de Santarém e o Museu da Presidência, entre outros locais.

Os alunos fizeram parte de um programa de recuperação de notas e, como tiveram bons resultados, foram convidados a participar na iniciativa, que tem o apoio de várias empresas e de diversas autarquias. O grupo, composto por 43 jovens, é oriundo de Paredes, Setúbal, Sesimbra, Santarém, Amadora, Resende e Pampilhosa da Serra. Para o ano, a iniciativa pretende abranger um número maior de participantes.

A EPIS, criada em 2006, centra a sua actividade no combate ao insucesso e abandono escolar, trabalhando com jovens que residam em Portugal. O objectivo é ajudar na “construção de um modelo colectivo de cidadania moderna”, como adianta o site do organismo.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...