Espinafres ajudam a manter o cérebro jovem



Popeye comia espinafres todos os dias para manter os músculos fortes, mas o que não sabia é que os espinafres, além de fortalecerem o corpo, ajudam manter o cérebro jovem. Este alimento pode ajudar a retardar em cerca de 11 anos o declínio das capacidades cognitivas e a prevenir doenças neuro-degenerativas.

A conclusão é de um estudo da Universidade de Rush, nos Estados Unidos, que indica que o consumo de espinafres e de outros vegetais folhosos, como a couve-galega ou a couve portuguesa, têm um grande potencial para retardar o envelhecimento cerebral devido ao elevado teor em vitamina K.

Durante a investigação, os cientistas seguiram as dietas e estudaram as capacidades cognitivas de mais de 950 adultos de meia-idade durante cinco anos. Ao longo deste período, os investigadores observaram indício significativamente inferiores de declínio cerebral nos participantes que consumiam uma maior quantidade de espinafres e de outros vegetais folhosos.

Segundo escreve o Huffington Post, a análise dos investigadores norte-americanos permitiu concluir que os participantes que comiam uma a duas porções destes vegetais por dia tinham o potencial cognitivo de uma pessoa 11 anos mais nova, por comparação com os voluntários que não incluíam estes alimentos na sua dieta.

“Nenhum outro estudo havia analisado até agora a relação entre a vitamina K e as alterações nas capacidades cognitivas ao longo do tempo e apenas um número limitado de estudos encontrou alguma ligação com a luteína”, indica Martha Clare Morris, investigadora principal, ao jornal norte-americano.
A equipa acredita que outros alimentos com elevado teor desta vitamina, como os espargos, couves-de-bruxelas e cenouras, podem ter efeitos semelhantes aos dos vegetais folhosos na retardação do envelhecimento do cérebro e pretendem alargar o âmbito da investigação para explorar esta possibilidade.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra