Esta escola sustentável é feita de bambu e palha

O estúdio japonês Toshiko Mori Architect criou um edifício circular com telhado de palha para a Fass School na vila rural de Fass, no leste do Senegal. A escola foi projetada pelo arquiteto Toshiko Mori para 300 alunos com idade entre cinco e 10 anos. No total, são quatro salas de aula de tamanhos diferentes e dois espaços abertos flexíveis dispostos em um círculo ao redor de um pátio central para dar à escola uma variedade de espaços para crianças de diferentes idades.

“A forma circular permite a circulação fácil dos professores entre as salas de aula, enquanto a variação nas paredes do perímetro em termos de altura e proximidade umas das outras dá a cada sala de aula uma qualidade espacial única”, explicou o arquiteto.

Cultivados regionalmente, o bambu e a palha ajudam a abafar o som das chuvas e reduzir o calor interno. Também a escolha por blocos de terra contribuem para maior conforto térmico e acústico, além de garantir uma obra mais barata. O facto de estes materiais de construção estarem disponíves localmente reduziram o impacto ambiental do transporte até à vila.

Para os responsáveis da obra, além da inspiração nas habitações tradicionais, a orientação interna das salas de aula para o pátio central e o telhado reforçam o sentimento de comunidade promovido por um ambiente escolar partilhado, mesmo em diferentes grupos etários”.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...