Cotoneaster franchetii: a “super planta” que consegue absorver a poluição do ar

Esta “super planta” pode absorver a poluição do ar

Cientistas da Royal Horticultural Society (RHS) em Inglaterra descobriram que a Cotoneaster franchetii poderia ajudar a absorver a poluição do ar em estradas com muito tráfego. Num estudo que comparou como diferentes plantas controlam a poluição, os cientistas do RHS descobriram que esta espécie de cotoneaster é a mais eficaz. A planta foi comparada a outros arbustos, incluindo cedro vermelho ocidental e espinheiro.

De acordo com os investigadores, a cotoneaster acabou por ser~uma “super planta” que poderia atuar como redutor de poluiçao provocada por combustíveis fósseis. No entanto, o estudo estabeleceu que a planta é realmente útil apenas em áreas com muito tráfego. Em comparação com as outras plantas do estudo, a cotoneaster foi considerada 20% mais eficaz na absorção de poluição. Em regiões com poluição limitada, a planta foi considerada menos eficaz.

“Nas principais estradas da cidade com tráfego intenso, descobrimos que as espécies com dosseis mais complexos e densos, folhas ásperas e peludas como a cotoneaster eram as mais eficazes”, disse Tijana Blanusa, investigadora principal. “Sabemos que em apenas sete dias, um comprimento de um metro de sebe densa e bem administrada irá limpar a mesma quantidade de poluição que um carro emite ao longo de 800 quilómetros.”

A poluição do ar é uma grande preocupação hoje em dia A RHS conduziu um estudo que envolveu mais de 2.000 participantes para descobrir a sua opinião sobre questões de poluição. O estudo revelou que 33% dos entrevistados foram afetados pela poluição, mas apenas 6% tomaram medidas para combater a situação nos seus próprios jardins. Mas os investigadores estão esperançosos de que partilhar o quão poderosa a cotoneaster e as plantas semelhantes são pode ajudar o público a participar na melhoria da qualidade do ar através da jardinagem.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...