Estados Unidos de costa a costa: nova ciclovia com 6000 km percorre 12 estados

Estendendo-se por quase 6.000 km e cruzando 12 estados, a Great American Rail-Trail permitirá que os ciclistas, caminhantes e motociclistas percorram todos os Estados Unidos da América.

A trilha multiuso vai de Washington DC, no leste, até ao estado de Washington, na costa do Pacífico. Lançada em maio de 2019, a rota conectará mais de 145 caminhos existentes. Até agora, mais de 3.200 km foram concluídos.

O projeto é liderado pela Rail-to-Trails Conservancy, que arrecadou mais de 4 milhões de dólares em fundos públicos e privados. Estima-se que esta trilha seja utilizada por cerca de 50 milhões de pessoas anualmente.

Trilhas ferroviárias,caminhos construídos em ferrovias abandonadas, e outras rotas recreativas provaram ser um refúgio inestimável para muitos durante a pandemia COVID-19, fornecendo rotas alternativas de transporte e espaço para as pessoas se exercitarem, geralmente perto de áreas urbanas.

Embora as trilhas multiuso possam ser utilizadas por qualquer pessoa, de corredores a cavaleiros, o ciclismo tornou-se particularmente popular durante o bloqueio, tanto como forma de exercício quanto como meio de transporte. As vendas de bicicletas dispararam em todo o mundo à medida que as pessoas evitavam os transportes públicos.

Existem benefícios óbvios para a saúde de viajar de bicicleta. Além de proporcionar um treino aeróbico e desencadear os produtos químicos de bem-estar do corpo, as endorfinas, o ciclismo também facilita as articulações, aumenta os músculos,a densidade óssea e ajuda nas atividades diárias. O ciclismo também é visto como uma forma de lidar com os níveis de poluição pós-pandemia.

Com cerca de 5.955 km, a Great American Rail-Trail pode ser particularmente ambiciosa em termos de escala, mas é um dos muitos projetos de ciclismo inovadores em todo o mundo. A rota EuroVelo 6 de 4.450 km passa por 10 países enquanto cruza a Europa entre o Atlântico e o Mar Negro.

A Trilha Transpennine de 346 km no norte da Inglaterra, inaugurada em 2001, usa trilhos ferroviários abandonados e vazios após o declínio da indústria do carvão e passa por centros de cidades, locais históricos e parques nacionais no seu caminho entre as costas.

No ano passado, o Reino Unido lançou a trilha Great North de 1.300 km que vai do Peak District, no norte da Inglaterra, até John O’Groats, na ponta nordeste da Escócia.

Na província belga de Limburg, o caminho Cycling Through Water permite que os ciclistas cortem as lagoas de Bokrijk. O caminho de 200 metros fica no nível dos olhos com a água, permitindo que os passageiros deslizem pelo lago.

Enquanto isso, a ciclovia de Xiamen, de 7,6 km, é a ciclovia elevada mais longa do mundo e passa acima da rede viária da cidade chinesa. Tem capacidade para cerca de 2.000 ciclistas em hora de ponta, com grande parte suspensa sob uma faixa elevada de autocarros, ficando protegida das intempéries.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...