Este novo projeto quer otimizar as cadeias de valor das indústrias da carne e fruta

O BBTWINS é o mais recente projeto de Ação de Pesquisa e Inovação de Bioindústrias, que vai utilizar a tecnologia de ponta para tornar as cadeias de valor das indústrias da carne e fruta mais eficientes. Com um investimento de 4,7 milhões de euros, o projeto contribuirá para a estratégia da quinta para o garfo (farm-to-fork) da União Europeia, uma componente-chave do Green Deal.

O consórcio integra 13 entidades de 7 países diferentes, destacando-se a presença do CVR – Centro para a Valorização de Resíduos, Centro de Interface Tecnológico situado no Campus de Azurém da Universidade do Minho, o único representante português. Com coordenação do CTIC-CITA, o BBTWINS será executado durante quatro anos (2021-2025).

A tecnologia digital twins vai cobrir casos práticos em Espanha e na Grécia, para produção de carne de porco e pêssego. Estes casos seguirão uma abordagem holística, incluindo uma avaliação ambiental, social e económica, integrando todas as etapas de processamento do farm-to-fork numa única plataforma. Os digital twins desenvolvidos irão integrar tecnologias como inteligência artificial (IA), Internet of Things (IoT) e análise de software, juntamente com blockchain e soluções logísticas estratégicas – criando uma representação clara de como otimizar todas as cadeias de valor.

“A introdução da abordagem de biorrefinaria de resíduos zero em setores tradicionais, como a produção de carne de porco e pêssego, será um grande passo em direção à sua sustentabilidade económica, social e ambiental”, afirma André Ribeiro, Investigador Sénior, CVR.

Sendo o setor agroalimentar um dos principais contribuintes para a economia europeia, torna-se relevante otimizá-lo e aumentar a sua eficiência. Assim, o BBTWINS vem potenciar a luta contra as alterações climáticas, reduzir o desperdício agroalimentar e reforçar a bioeconomia da União Europeia.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.