Foram descobertas duas novas espécies incomuns de diatomáceas no Havai



Foram descobertas duas novas espécies incomuns de diatomáceas nas águas do Pacífico, ao redor do Havai – a Epithemia catenata e a Epithemia pelagica. Como nesta zona do oceano existe pobreza de nutrientes, estes organismos lutam para sobreviver, a fim de conseguirem adquirir nitrogénio para crescer. Assim, as diatomáceas começaram a estabelecer relações simbióticas com cianobactérias fixadoras de nitrogénio.

“Os oceanógrafos conhecem essas simbioses de diatomáceas-cianobactérias nas águas ao redor do Havai há muitos anos, mas as espécies que descobrimos são muito diferentes”, afirma Christopher Schvarcz, principal autor do estudo.

Comparativamente às restantes espécies que vivem na mesma área, estas são mais pequenas e pertencem a outra linhagem com formato alongado com simetria bilateral, explicam no artigo, publicado na revista Nature Communications. Os simbiontes também são menores, unicelulares e não brilham sob luz fluorescente porque não contêm clorofila, tornando-os quase invisíveis dentro da diatomácea. Outra característica identificada é que ambas estão relacionadas com espécies encontradas em água doce. Quanto à sua atividade de fixação de nitrogénio, ocorre durante o dia e a noite, não apenas num dos períodos, como é comum de observar.

“Encontrámos um padrão híbrido incomum. Estas células começam a fixar nitrogénio na escuridão, por volta da meia-noite, e continuam durante toda a manhã, tarde e início da noite. Depois fazem uma pausa de seis horas perto da altura do pôr do sol”, revela o investigador Sam Wilson. Ainda não sabemos porque fazem isso, mas encontrar este padrão estranho é emocionante, porque significa que estamos prestes a aprender algo novo sobre um processo antigo”, acrescenta.

O estudo foi desenvolvido por uma equipa de investigadores da Universidade do Havai em Manoa, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz e da Universidade Estadual da Califórnia em San Marcos.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.