Freguesias de Cascais e Estoril vão abolir os plásticos nos seus serviços

A Freguesia de Cascais Estoril vai abolir os plásticos nos seus serviços, nomeadamente as palhinhas, sacos ou garrafas. Para o efeito, a Junta acaba de assinar uma parceria com o Movimento Claro Cascais tendo já despachado a medida que não permitirá a utilização de plástico nos serviços da Junta.

Como refere o Presidente da Junta de Freguesia de Cascais e Estoril. Pedro Morais Soares,”é essencial que se produza uma mudança de atitude de todos nós relativamente à protecção do meio ambiente e a administração pública, nomeadamente a local, tem um papel importante nessa sensibilização”. O presidente da Junta destas freguesias acrescenta ainda que “é do conhecimento público que, em geral, um terço do lixo doméstico é composto por resíduos plásticos. Consideramos este valor preocupante pelo que nos orgulhamos do passo que vamos dar relativamente á abolição dos plásticos nos nossos serviços’.

Esta iniciativa nasceu ainda de uma parceria com o Movimento Claro Cascais, um grupo criado por três estudantes cascalenses com o objectivo de sensibilizar a população de que progresso não deve ser sinónimo de violação ambiental. Este movimento inspirou-se numa campanha de sucesso, realizada em Cornwall, Inglaterra, que sensibiliza as populações para os danos que os plásticos descartáveis, em particular, as palhinhas causam aos oceanos.

Estiveram presentes na cerimónia de apresentação da iniciativa, o Embaixador do Movimento Claro Cascais, o atleta olímpico Bernardo Freitas, duas das impulsionadoras do movimento Teresa Vale, Carolina Gonçalves e o Presidente da Junta de Freguesia de Cascais e Estoril.

Foto: TablinumCarlson / flickr