Fundação Oriente debate vulnerabilidades da água em Portugal face às alterações climáticas



Um dos recursos vitais à existência de vida, é a água. Portugal, com mais de 800 quilómetros de costa marítima, uma vasta rede de rios e barragens e uma grande diversidade de recursos hídricos está, por um lado, particularmente vulnerável aos fenómenos de escassez e poluição das águas e, por outro, não parece estar preparado para enfrentar com eficácia os efeitos das oscilações extremas do clima.

No âmbito das Jornadas Europeias do Património (23-25 Setembro), que este ano decorrem sob o mote do Património Sustentável, explorando as medidas que podem ser tomadas para proteger o rico e diversificado património cultural europeu no contexto das alterações climáticas e da degradação ambiental, a Fundação Oriente organiza esta sessão com vista a aprofundar a reflexão sobre o tema, revela em comunicado.

Segundo a mesma fonte, para tal, convida Filipe Duarte Santos (Presidente da Comissão Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) para abordar as principais vulnerabilidades de Portugal às alterações climáticas, as possíveis soluções e a sua urgência; bem como Catarina de Albuquerque (Presidente executiva da parceria global Sanitation and Water for All), que se debruça sobre a defesa do direito à água potável e ao saneamento enquanto direitos humanos em Portugal.

 

 

Programa

14h30 |   Sessão de Abertura

 João Amorim, Vogal do Conselho de Administração da Fundação Oriente

 14h45 |   Keynote Speakers

As principais vulnerabilidades de Portugal às alterações climáticas: as possíveis soluções e a sua urgência

Filipe Duarte Santos, Presidente da Comissão Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CNADS)

 A defesa do direito à água potável e ao saneamento enquanto direitos humanos em Portugal

Catarina de Albuquerque, Presidente executiva da parceria global Sanitation and Water for All (uma parceria que junta organismos da ONU, países e organizações da sociedade civil)

15h45 |   Coffee Break

16h00 |   Mesa-redonda

 Moderador: João José Fernandes, Presidente da Oikos, Cooperação e Desenvolvimento e doutorando em Alterações Climáticas, Políticas de Desenvolvimento Sustentável e Ambiente

 Oradores:

 Francisco Ferreira – Professor no Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-NOVA) e Presidente da Associação Zero

Rodrigo Proença de Oliveira – Professor no IST-UL que coordenou recentemente um estudo sobre as disponibilidades actuais e futuras de água em Portugal

 Gonçalo Santos Andrade – Vice-presidente da CAP e Director do Programa GAIN – Programa de direção de empresas agrícolas e agroindustriais na AESE Business School

 Luís Matos Martins – Presidente da TESE Associação para o Desenvolvimento e CEO da Territórios Criativos

17h30 |   Debate

18h00 |   Sessão de Encerramento

 Carlos Monjardino – Presidente do Conselho de Administração da Fundação Oriente

Duarte Cordeiro – Ministro do Ambiente e da Ação Climática

18h30 |   Fim da Sessão

 

 



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.