Gestão ambiental do BPI reconhecida por certificação internacional



O compromisso da melhoria contínua do desempenho ambiental do BPI foi reconhecido pela certificação do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) atribuída pela consultora internacional Bureau Veritas à atividade bancária e de suporte no edifício da Casal Ribeiro, em Lisboa. Este certificado comprova a efetiva implementação e conformidade do SGA com a Norma Internacional ISO 14001:2015.

No âmbito da sua estratégia de sustentabilidade, o Banco BPI tem vindo desde 2018 a implementar e a monitorizar planos de ação com objetivos ambientais.

Miguel Carvalho Guerra, responsável pela Direção de Compras, Gestão de Instalações e Logística do Banco BPI, refere que “esta certificação é o resultado de um firme planeamento estratégico, comprometimento de uma equipa dedicada, e o empenho e envolvimento das áreas de negócio.” Neste sentido, a implementação do SGA “foi um importante passo na forma como avaliámos os impactes ambientais causados pela operação da atividade bancária e os progressos alcançados, nomeadamente o consumo de 100% da energia elétrica no continente a partir de fontes renováveis, a redução significativa do consumo de papel, água e energia através da monitorização e gestão centralizada de zonas de ineficiência. De destacar também, a melhoria da gestão de resíduos e uma mobilidade mais sustentável, e a nossa contribuição efetiva para a neutralidade carbónica de Portugal já em 2021.

Com a implementação dos Princípios de Gestão Ambiental definidos, o BPI formaliza o seu compromisso com a gestão ambiental contribuindo para o desenvolvimento sustentável do negócio.

O envolvimento de toda a cadeia de valor é um aspeto chave ao nível da estratégia de melhoria da gestão ambiental do BPI, pretendendo que as tomadas de decisão de compra favoreçam a aquisição de produtos ou serviços de baixo carbono. O BPI está igualmente comprometido com o desenvolvimento de produtos e serviços financeiros que incluam cada vez mais critérios ambientais, bem como a análise do risco ambiental inerente às operações de crédito, especialmente para empresas que operam em setores potencialmente poluentes.

O BPI compromete-se com a gestão de um SGA como um processo de melhoria contínua através da monitorização constante de indicadores de desempenho e na aplicação das melhores técnicas disponíveis para tornar os processos operacionais mais ecoeficientes. Pretende também desenvolver ainda mais a sua interação na cadeia de valor, e contribuir assim, para comportamentos ambientalmente mais sustentáveis ao nível dos seus Colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros de Negócio.

O BPI pretende estender o SGA e sua certificação a outras instalações já no próximo ano, tendo como ambição ser uma das referências no setor bancário em termos de reporte, diferenciação de produtos e serviços e de inovação em práticas ambientais e sustentáveis.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.