Algumas das maiores empresas do mundo da tecnologia como a Microsoft, Etsy, Pinterest, eBay, Gumtree, Yahoo e Tencent assinaram um acordo que estabelece medidas para incentivar o respeito pela vida animal selvagem.

Segundo o World Animal News, estas empresas comprometeram-se por escrito a criar regras e padrões de práticas ambientais nas suas plataformas de comércio electrónico. Com este acordo, há também um despertar destas empresas para a necessidade de uma maior fiscalização dos produtos vendidos em comunidades online pelos membros destes sites, tantas vezes verdadeiras portas abertas para o comércio ilegal de espécies em vias de extinção.

O objectivo passa também por definir de forma padronizada para todas as empresas, quais os produtos que podem e devem ser alvo de denúncia por partes dos consumidores e das empresas, se encontrados para compra ou venda numa plataforma de comércio online.

“Essas empresas de tecnologia estão a unir forças para criar uma parede contra os criminosos que comercializam animais selvagens na internet. Se for colocado algum produto online que é de um animal ameaçado, ele será removido de acordo com a lei”, explica Tania McCrea-Steele, líder do Projecto de Crimes Cibernéticos Globais contra a Vida Selvagem do Fundo Internacional de Bem Estar Animal.

Assinado no Dia Mundial do Elefante, 12 de Agosto, este acordo entre as gigantes do mundo informático e das novas tecnologias quer também ser um impulsionador de mudanças de consciências, afirmando em alto e bom som que o comércio de animais selvagens é ilegal e que há cada vez mais há consequências reais para quem comete esse crime ambiental.

 

Deixar uma resposta