Há um bebé gigante pendurado na fronteira entre o México e os EUA

que futuro espera esta criança?

Ao mesmo tempo que Donald Trump, o polémico presidente dos Estados Unidos, anunciava o fim do programa que possibilitava a renovação do visto de dois anos a quem tivesse chegado ao país de forma ilegal, o artista francês JR inaugurava a sua mais recente obra: a imagem de uma criança, com pouco mais de um ano, pendurada na tão falada fronteira entre o México e os EUA.

Com cerca de 20 metros, a imagem desta criança põe o dedo na ferida na questão da emigração e na polémica construção de um muro entre o México e os Estados Unidos. Com o fim do DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals), a emigração volta a estar no centro da actualidade internacional, e o artista JR levanta algumas questões com a sua obra, sendo a mais pertinente “que futuro está guardado a esta criança?”

E não se pense que a criança exposta na linha que divide estes territórios é fruto da imaginação do artista. Ela é real, tem doze meses e vive em Tecate, cidade do lado mexicano da fronteira.

JR garantiu que a sua obra não foi uma resposta provocatória à recente decisão de Trump, mas sim uma tentativa de “levantar questões” sobre a emigração nesta zona. O artista quis igualmente pôr a debate muitas das declarações xenófobas proferidas por Donald Trump durante a campanha presidencial de 2016.

Fotos: JR / via Hypeness

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php