Honda reutiliza metais raros de peças usadas

A Honda e a Japan Metals & Chemicals anunciaram o estabelecimento do primeiro processo mundial de extracção de metais raros a partir de peças usadas nos produtos Honda. Trata-se de um processo concreto de produção em massa realizado numa fábrica de reciclagem – e não de um procedimento experimental.

Assim, a Honda vai proceder à reciclagem dos recursos preciosos utilizando este novo processo de reciclagem de metais raros. No final de Maio, as empresas iniciaram a extracção dos metais raros utilizados nas baterias de hidreto metálico de níquel recolhidas a partir dos veículos híbridos Honda, através da sua rede de concessionários. No Japão e outros países onde a marca está presente.

Esta nova operação será a primeira no mundo a extrair metais raros como parte de um processo de produção em massa numa fábrica de reciclagem.

“A Honda tem vindo a aplicar um tratamento térmico às baterias de hidreto metálico de níquel usadas e a reciclar o níquel contido nas sucatas a título de matéria-prima para aço inoxidável. Contudo, o sucesso do processo de extracção na fábrica da Japan Metals & Chemicals possibilitou a extracção dos metais raros em produção em massa, com uma pureza tão elevada como a dos materiais virgens refinados”, explicou a empresa nipónica.

Este novo processo permite a extracção de mais de 80% dos metais raros contidos nas baterias usadas de hidreto metálico de níquel. “A Honda continuará a tentar reutilizar os metais raros extraídos, não só para estas baterias, mas também para diversos outros produtos Honda”, realçou a companhia.

Paralelamente, a Honda vai continuar a expandir a reciclagem dos metais raros, uma vez que este novo processo permite a extracção a partir de uma diversidade de peças usadas, não apenas das baterias de hidreto metálico de níquel. Veja o processo.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php