Ilha espanhola vai ficar 100% dependente dos ventos que sopram de África

A ilha de El Hierro, a mais pequena das Canárias, Espanha, vai tornar-se totalmente autossuficiente em energia em Junho, com a inauguração de uma quinta eólica que aproveita os fortes ventos que sopram da costa africana. El Hierro será a primeira massa de terra do mundo a conseguir este feito.

As cinco turbinas serão instaladas na ponta leste da ilha e irão produzir um total de 11.5 megawatts. A ilha tem 10 mil habitantes e nenhuma ligação com qualquer rede de electricidade exterior. A central vai gerar energia suficiente para a procura residencial e alimentar as plantas de dessalinização.

Segundo o Planeta Sustentável, a energia excedente vai servir para bombear água doce de um reservatório perto do porto para uma cratera vulcânica a cerca de 700 metros do nível do mar. Quando houver pouco vento, ela irá ser enviada para um outro reservatório, mais abaixo, e através das turbinas para a geração de electricidade.

“O sistema garante-nos o [total] fornecimento de electricidade”,  explicou Juan Manuel Quintero, diretor do projeto Gorona Del Viento. O projecto custa €79 milhões (R$ 245 milhões).

O governo da ilha detém 60% da central, 30% são da empresa espanhola de energia Endesa e os restantes 10% pertencem a um instituto local de tecnologia. Quintero estima que a receita irá aumentar o orçamento da ilha entre €1 milhão (R$ 3,1 milhões) e €3 milhões (R$ 9,3 milhões).

“Estas receitas podem ser destinadas a residentes locais, para subsidiar preços da água, infraestruturas e políticas sociais”,  explicou o responsável. A central vai cortar 18.700 toneladas de emissões de CO2 por ano e eliminar o consumo atual da ilha de 40.000 barris de petróleo por ano.

Foto:  Mataparda / Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php