Impacto económico de desastres naturais em 2017 é de €258 mil milhões

Furacões, incêndios, sismos. Foram vários os desastres naturais que assolaram o planeta Terra ao longo do último ano. Dados hoje divulgados pela companhia de seguros Swiss Re mostram que só em 2017 os desastres naturais tiveram um impacto económico de 257,8 mil milhões de euros, um valor muito acima do registado em 2016 (158,4 mil milhões de euros).

Atingidos este ano por vários desastres naturais, os Estados Unidos surgem no topo da lista agora divulgada. Harvey, Irma e Maria, três dos furacões mais poderosos da última década a atingir os EUA, tiveram um impacto económico a rondar os 78,3 mil milhões de euros. Também os incêndios no estado da Califórnia contribuíram fortemente para os elevados prejuízos, com valores na ordem dos 5900 milhões de euros. Estes valores são encontrados ao calcular-se a produtividade económica que teria ocorrido caso não houvesse o desastre.

E se é da máxima importância fazer uma análise aos dados agora divulgados por esta companhia de seguros, importa também esclarecer que estes números têm apenas em atenção o lado económico da questão. Na lista agora divulgada, dados como o número de mortes que determinado desastre natural provocou não são aqui contabilizados.

Qual o impacto económico que os desastres naturais estão a provocar no nosso planeta? As respostas, para analisar e reflectir, podem ser consultadas aqui.

Foto: Comunidade Cristã Paz e Vida / flickr

Patrocinadores