Inglaterra: sector dos resíduos contribuiu com €9 mil milhões e 103.000 empregos para a economia

O sector britânico dos resíduos acrescentou €9 mil milhões (R$ 28,3 mil milhões) e 103.000 empregos à economia daquele país, de acordo com os mais recentes números do Defra, publicados ontem.

Segundo a entidade – Department for Environment, Food & Rural Affairs – a eficiência do sector está a melhorar, com o Valor Acrescentado Bruto por tonelada de resíduos a aumentar 33% desde 2004 – este valor mede a contribuição do sector para a economia.

O relatório da Defra também realça o valor do sector dos resíduos quando comparado com as indústrias que gastam uma grande quantidade de recursos. Em 2012, a indústria dos resíduos acrescentou quase €54 (R171) por Valor Acrescentado Bruto por cada tonelada que tratou, comprado com o sector mineiro, que acrescentou “apenas” €21 (R$ 66) por cada tonelada que produziu.

Esta diferença não surpreende a Defra, segundo o Edie, uma vez que a indústria dos resíduos desenvolve o seu serviço não só na remoção dos resíduos mas também na geração de novas matérias-primas para outras indústrias.

O relatório avisa ainda que os resíduos geraram €600 (R$ 1,1 mil milhões) de electricidade em 2013. O Reino Unido exportou ainda 13 milhões de toneladas de materiais recuperados na reciclagem – metal, papel, plástico e têxteis -, no valor total de €5,7 mil milhões (R$ 17,9 mil milhões).

“Esta análise mostra que existe uma grande oportunidade para os negócios fazerem dinheiro da reparação, reutilização e re-fabrico de equipamentos que estendam o tempo de vida dos produtos. Utilizar os nossos recursos de forma mais cuidadosa não só é bom para o ambiente como vital para construir uma economia mais forte”, explicou o ministro da gestão de recursos daquele País, Dan Rogerson.

O relatório avisa ainda que a eficiência de recursos pode gerar €4,7 mil milhões (R$ 14,9 mil milhões) adicionais para os negócios britânicos até 2020.

E em Portugal?

Em Portugal, o sector da gestão de resíduos e reciclagem vai aumentar o número de empregos em 22% até 2020, de acordo com um estudo da 3 Drivers e do Instituto Superior Técnico, encomendado pela Sociedade Ponto Verde e apresentado em Maio passado.

O relatório avisa que o emprego directo subirá para os 13.000 postos de trabalho e o indirecto para os 5.500 empregos. O estudo avança que as actividades de gestão de resíduos urbanos tiveram um impacto económico directo de €357 milhões.

Fotos: epSos .de / Creative Commons

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...