Inglês vai passar 35 dias num canil para sensibilização contra abandono de animais

Um activista britânico pelos direitos dos animais prepara-se para passar mais de um mês atrás das grades de um canil, de modo a aumentar a consciencialização sobre os cães abandonados. A aventura começa dia 5 de Outubro, em Manchester, Inglaterra.

Sean Le Vegan, web designer, vai viver num canil durante 35 dias no Manchester Dogs Home, onde é voluntário. O abrigo, criado há 100 anos, alberga cerca de 4.000 cães por ano – apenas 34% daqueles que encontra à deriva.

“Vai ser muito difícil, mas (…) quero realmente mostrar às pessoas pelo que passam os cães vadios e experimentá-lo por mim mesmo”, disse Le Vegan.

Nos primeiros quatro dias, ele vai estar sem alimentação, para simular a resposta dos cães quando colocados num ambiente estranho. A água será a sua única bebida e um cobertor o seu único conforto. Terá uma hora de liberdade por dia, para passear e usar a casa de banho.

Vegan quer tornar a experiência de tal modo realista que lhe será mesmo embutido um microchip no ombro.

O seu período na jaula será captado por câmaras de circuito fechado de televisão. As pessoas podem inscrever-se para ver as imagens mediante um donativo de €5,8 (R$ 17) para o abrigo. Le Vegan também irá documentar as suas experiências na sua página de Facebook.

O número estimado de cães abandonados no Reino Unido em 2012 ficou em torno dos 118 mil.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...