Lémures: os habitantes mais curiosos da ilha de Madagáscar

Há mais de 100 espécies de lémures em Madagáscar, algumas tão raras que estão mesmo à beira da extinção. Ainda assim, o fotógrafo britânico Dale Morris não teve grande problema em fotografar estes lemuriformes. É que eles estão tão habituados aos seres humanos que interagem diariamente – e naturalmente – com estes.

“Muitas das espécies diurnas de lémures vivem em reservas naturais e estão muito habituadas às fotos dos turistas”, explicou Morris, que viu o seu quarto invadido por dezenas de lémures quando, por descuido, deixou a janela aberta.

“Eles fazem o seu dia-a-dia, independentemente de quem esteja a ver ou a tirar fotos. Alguns deles estão tão habituados às pessoas que entram nos quartos de hotel à procura de comida – ou nos restaurantes”, avançou Morris, citado pela imprensa britânica.

Morris, um fotógrafo freelance londrino, viajou pelas florestas do sul da ilha à procura de lémures. “Fiquei surpreendido com a quantidade de espécies de lémures que existem – mais de 100 – e quantas destas estão à beira da extinção”, adiantou. “Em tempos existiram até espécies de lémures do tamanho de Homens”, concluiu.

Fique com as fotos que, mais que não seja, já contribuíram para milhares de pessoas e leitores de todo o mundo perceberem que os lémures estão em risco de desaparecerem do Planeta.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...