Manta, o veleiro que vai recolher plásticos nos oceanos

Yvan Bourgnon é um velejador francês que nas suas travessias pelos mares encontrava enormes manchas de lixo plástico. Bourgnon e a equipa decidiram então agir e criar o projeto SeaCleaners. E, para combater a poluição plástica, projetaram o Manta, um veleiro de grandes dimensões que se alimenta de plástico.

A embarcação de 56 metros será capaz de recolher, processar e recuperar grandes quantidades de resíduos plásticos do oceano. Construído em aço de baixo carbono, o Manta possui um sistema de propulsão híbrido elétrico. O barco pode mover-se a baixa velocidade,  entre os 2 e os 3 nós, e atinge uma velocidade máxima de mais de 12 nós.

A embarcação também poderá ser usada para emergências em áreas extremamente poluídas após desastres naturais como ciclones ou tsunamis. Quando os resíduos são trazidos para bordo existe uma unidade de triagem manual que faz a separação de acordo com o tipo de material encontrado. Depois, os plásticos são cortados em pequenos pedaços e encaminhados para uma unidade de conversão de resíduos em energia, onde até 95% do material é convertido em eletricidade através de um processo de pirólise – e esta energia alimenta todo o equipamento elétrico do Manta.

O veleiro conta ainda com duas turbinas eólicas, 500 metros quadrados de painéis solares e dois hidro-geradores. A previsão é que o primeiro modelo do Manta seja entregue em 2024 e circule principalmente na Ásia, África e América do Sul.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...