Municípios apresentam Plano de Mobilidade Elétrica para a Arrábida

O Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida foi apresentado ontem, dia 17 de junho, pelos municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra. O documento expõe uma proposta de soluções que visam a promoção e o suporte de veículos elétricos, respondendo às necessidades de mobilidade dos cidadãos e municípios em termos de logística de proximidade, deslocações quotidianas, serviços, turismo, comércio e acesso a áreas protegidas.

A estratégia visa promover a mobilidade sustentável no território através de diversas medidas, melhorando assim a qualidade de vida dos cidadãos, o garantindo o bem-estar ambiental e potenciando o crescimento económico do território. A distribuição e localização de postos públicos de carregamento elétrico, um sistema de bicicletas elétricas partilhadas, um transporte público elétrico, zonas de baixas emissões, micro mobilidade elétrica, políticas de estacionamento, logística de proximidade, plano de comunicação e plataforma online de mobilidade elétrica, são as medidas destacadas neste Plano.

Sendo a previsão de crescimento anual do número de pontos de carregamento na EU de 12%, o plano localiza e dimensiona as infraestruturas de carregamento elétrico e a sua distribuição no território segundo cenários de 1/2, 5 e 10 anos. Estima-se assim para o Território Arrábida uma rede composta por 209 pontos de carregamento normais/semirrápidos e por 76 pontos de carregamento rápido para 2030.

O Plano surge no âmbito do projeto Europeu “EnerNetMob: Mediterranean Interregional Electromobility Networks for intermodal and interurban low carbon transport systems”, e resultada da parceria entre os municípios e a ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, sendo cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no âmbito do Interreg MED, Programa Operacional de Cooperação Territorial Europeia (CTE).

Consulte o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida na íntegra, aqui.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.