Nestlé reduz percentagem de sal e açúcar nos cereais

A Nestlé e a General Mills, duas das maiores empresas de alimentação do mundo, anunciaram que vão reduzir a percentagem de açúcar e sal nos seus cereais da manhã até 2015, uma medida válida para os 140 países onde as empresas estão presentes.

De acordo com a Reuters, apenas a América do Norte ficará fora deste conjunto de medidas de nutrição sustentável.

A Nestlé e a General Mills formaram há 20 anos uma joint-venture para o mercado dos cereais fora dos Estados Unidos, a Cereal Partners Worldwide (CPW), uma empresa que responde por metade das vendas globais de cereais das duas marcas e uma facturação anual de €19,2 mil milhões (R$ 51 mil milhões).

É a CPW que irá avançar com as reduções da percentagem de açúcar e sódio nos cereais, em 24 e 12%, respectivamente. O objectivo passa também por aumentar os grãos integrais nos alimentos.

Segundo o presidente da CPW, Jeffrey Harmening, a empresa já cortou 900 toneladas de sal e mais de 9 mil toneladas de açúcar nas suas receitas desde 2003.

“Algumas mães não querem que os seus filhos consumam tanto açúcar como estão a consumir hoje, essa é uma barreira para que comprem cereais matinais”, explicou o responsável.

Chocapic, Cheerios, Goldem Grahams, Fitness, Nesquik ou Estrelitas estão entre as marcas comercializadas pela CPW.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...