Nova descoberta abre caminho para baterias com 10 vezes mais densidade energética

Uma investigação levada a cabo pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, a Caltech e a Honda originou uma descoberta que pode dar origem a baterias com dez vezes mais densidade energética que as atuais baterias de iões de lítio.

O estudo mostra como criar uma bateria à base de fluoreto que funcione à temperatura ambiente. As baterias de fluoreto não são novidade, mas até agora precisavam de temperaturas elevadas na casa dos 150º Celcius para funcionar. A nova descoberta muda este paradigma.

Segundo Christopher Brooks, investigador no Instituto de Investigação da Honda, “as baterias de iões de oferecem uma nova química promissora com até dez vezes mais densidade energética do que as atuais baterias de lítio”. O investigador também diz que ao contrário da química de iões de lítio, as baterias de fluoreto não correm risco de sobreaquecer e o seu impacto ambiental é menor dado que este químico é mais abundante.

Resta agora esperar para ver até que ponto a descoberta se traduz em produtos palpáveis, até porque nem sempre aquilo que funciona bem em laboratório se traduz para um produto no mundo real.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...