Novos estudantes do IPS removem mais de duas toneladas de lixo do Sado



Mais de duas toneladas de resíduos foram ontem retiradas da zona industrial da Mitrena, em mais uma ação de limpeza das margens do Estuário do Sado realizada pelos estudantes recém-chegados ao Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

A operação de voluntariado voltou a integrar o programa “IntegraTe”, de acolhimento aos novos estudantes do IPS, mobilizando mais de 500 jovens, que se distribuíram por várias das zonas consideradas críticas na margem norte do Estuário do Sado, avança o IPS em comunicado.

Segundo a mesma fonte, “uma praxe diferente, que se repete anualmente desde 2018 e resulta de uma aposta do IPS e da sua Associação Académica (AAIPS) na preservação do património natural de Setúbal”. Com a ajuda dos novos estudantes do IPS, as pradarias marinhas do Sado “estão agora a salvo destes mais de 2 000 quilos de lixo acumulado à beira-rio, sobretudo resultante das atividades piscatórias”.

A sustentabilidade ambiental, dentro e fora dos campi, é uma missão assumida desde há muito pelo IPS e patente num conjunto de ações já reconhecido a nível nacional em várias ocasiões. A mais recente distinção foi o galardão EcoCampus, atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) como forma de promover a sustentabilidade nas instituições de ensino superior (IES), conclui o IPS.

 



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.