O homem que descobriu e – perdeu – o túnel de metro mais antigo do mundo (com FOTOS)

O túnel perdido de Atlantic Avenue

Em 1980, quando tinha 20 anos, Bob Diamond (na foto 7) descobriu o túnel de metro mais antigo do mundo – o túnel que passava por baixo da Atlantic Avenue, em Brooklyn, Nova Iorque.

O túnel de Atlantic Avenue foi encerrado em 1861 e a cidade acabou por lhe perder o rasto com o passar dos anos. Depois de o descobrir e de o reconstruir, durante quase 30 anos Bob Dimanond guiou visitas ao túnel, até certo dia de Dezembro de 2010, quando recebeu uma chamada de um jornalista do New York Daily News.

A 16 de Dezembro de 2010, o jornalista ligou-lhe a perguntar como se sentia depois de ter sido expulso do túnel. “Repare, deve ser um mal-entendido”, respondeu Diamond ao jornalista. “Eles não nos expulsaram. Como poderiam?”, questionou o descobridor, refere o Grist. Porém, o jornalista estava certo.

No dia seguinte, Diamond recebeu uma carta do Departamento dos Transportes a informá-lo que o contrato tinha sido rescindido. A carta continha ainda outra mensagem do Departamento de Bombeiros de Nova Iorque que “recomendava fortemente que a utilização do túnel fosse interrompida imediatamente” por razões de segurança. Além destas duas mensagens não havia mais nenhuma explicação. Desde então o túnel está sob a alçada de Brooklyn, que impediram a entrada de Bob Diamond.

O túnel de Atlantic Avenue foi encerrado em 1861, quando Brooklyn baniu as locomotivas a vapor dentro dos limites da cidade. Diz-se que o túnel foi reaberto na década de 1920, para servir de horta de cultivo, e na década de 1940, quando o FBI o reabriu à procura de eventuais nazis que lá pudessem estar escondidos. Na década seguinte, dois historiadores tentaram encontrar o túnel e não conseguiram.

Anos mais tarde, quando Diamon descobriu o túnel, os media locais fizeram dele um herói. Na altura era estudante de engenharia e decidiu restaurar o túnel para a cidade em vez de aceitar um emprego na área.

“Quando ouvimos falar em túneis secretos, 90% das vezes a informação é errada”, explicou Diamond num pequeno documentário sobre o túnel da Atlantic Avenue. “Já ninguém sabia que este túnel existia, estava esquecido”.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php