As viagens de Fabes

Steven Fabes, um médico britânico, trocou o metro de Londres pela bicicleta e aventura em 2010 e, desde então, já percorreu mais de 85.000 quilómetros com uma única missão: ajudar as pessoas. Ao longo dos últimos seis anos, Fabes passou por 73 países, partilhou a tenda com aranhas viúvas-negras e escorpiões, foi perseguido por cobras e leões e chegou a ver uma arma apontada à sua cabeça.

No entanto, tem também passado por experiências inesquecíveis. “Estava sedento por aventuras e um novo desafio. Também queria simplificar a minha vida – menos posses, menos dinheiro e não ter prazos ou horários. Queria ver, experimentar e aprender mais sobre o mundo de uma forma mais íntima, e a bicicleta permite isso tudo”, esclareceu ao Mail Online.

Até agora, o médico pedalou em seis continentes: Europa, África, América do Sul, Central e do Norte, Austrália e Ásia. Pode acompanhá-lo no blog Cycling the 6.

Durante a viagem, Steven Fabes pedalou por montanhas espectaculares, desertos e salinas; desenvolveu projectos de solidariedade social em hospitais, onde foi voluntário e testemunha de muitas doenças e condições raramente vistas no Reino Unido.

Nos três primeiros anos, o britânico viveu com €8,8 por dia. Quando ficou sem dinheiro, passou a fazer intervenções públicas, a escrever artigos e angariou patrocinadores. “Nunca pensei em desistir. O pior momento da viagem foi cruzar a Mongólia no Inverno. É um local solitário e difícil, especialmente com -35º lá fora”, concluiu.

Fotos: Steven Fabes