Aprender a ser urso

Thomas Kokta esperou mais de 11 dias numa situação climática extrema – até -55ºC e ventos fortes – para que dois ursos polares bebés deixassem pela primeira vez a toca e brincassem com a neve – e a sua mãe.

Natural de Hagen, na Alemanha, o fotógrafo encontrou os ursos no Wapusk National Park, no Canadá, conhecido por proteger uma das maiores áreas – das conhecidas – ligadas à reprodução e maternidade de ursos polares.

Nos primeiros minutos, os ursos bebés – com dois meses – brincaram com a neve e aclimatizaram-se à vida fora da toca, saltando por cima do outro. “É raro presenciar uma urso polar mãe e os seus filhotes durante os primeiros meses de vida destes”, explicou Thomas ao Mail Online.

“Estes bebés têm apenas dois meses e, para eles, tudo é novo. Primeiro, eles permaneceram bem perto da mãe. Aos poucos e poucos, foram aventurando-se sozinhos e brincaram com os galhos das árvores e a neve. Mas voltavam sempre para ela, brincando com as suas grandes patas”, conclui o fotógrafo, que vive nos Estados Unidos e admite adorar o frio e a neve.