O novo tomate roxo geneticamente modificado pode encher prateleiras



Enquanto muitas pessoas desconfiam dos alimentos geneticamente modificados, um novo tomate acabado de aprovar pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos tem alguns benefícios particulares: mais nutrientes, maior tempo de conservação e uma cor púrpura deslumbrante.

Uma equipa de cientistas desenvolveu estes tomates, incluindo Cathie Martin. O seu trabalho com o tomate segue-se a mais de 20 anos de estudo da produção de pigmentos em flores.

“Eu queria iniciar projetos para onde pudéssemos olhar e ver se havia benefícios para a saúde deste grupo particular de pigmentos”, disse à CNN.

Martin usou proteínas que regulam a transcrição de genes. Depois, comparou os novos tomates roxos com os tomates vermelhos padrão e descobriu que os ratos cancerígenos viviam cerca de 30% mais tempo se comessem tomates roxos em vez de tomates normais. Estas descobertas foram publicadas na Nature Biotechnology em 2008, pelo que os novos tomates estão há muito tempo em produção.

De acordo com o Centro de Segurança Alimentar, os riscos para a saúde dos alimentos modificados incluem toxicidade, reações alérgicas, resistência aos antibióticos, imunossupressão, cancro e perda de nutrição e, por isso, haverá muitos resistentes aos mesmos.

No entanto, a reação aos alimentos geneticamente modificados pode estar a mudar. De acordo com Nathan Pumplin, CEO do negócio comercial da Norfolk Plant Sciences sediado nos EUA, as pessoas estão-se a virar para alimentos produzidos através de alta tecnologia.

“Olhamos para os problemas que a nossa sociedade enfrenta em termos de sustentabilidade, alterações climáticas, saúde ligada à dieta e nutrição, e o que está claro da resposta do nosso anúncio é que é um tópico realmente importante para muitas pessoas”, disse à CNN. “Estou encorajado que muitas pessoas estejam a começar a reanalisar a biotecnologia à luz dos importantes desafios”.

E, pelo menos neste caso, os consumidores não serão enganados por alimentos geneticamente modificados secretamente. Se não quiser consumir um tomate geneticamente modificado, não coma o roxo.

 



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.