Ondedoar.pt: Todos os dias são doados 7 produtos na plataforma digital do Electrão



Todos os dias são doados, em média, 7 produtos através da plataforma digital www.ondedoar.pt, lançada e gerida pelo Electrão, que promove a economia circular e a prevenção da produção de resíduos e tem associada uma forte componente social, foi divulgado em comunicado.

Segundo a mesma fonte, o projeto pioneiro cruza os excedentes de stock de várias empresas com as necessidades de instituições que desenvolvem atividade nas áreas social, ambiental e educacional. Através da plataforma digital, as empresas registadas anunciam os bens que têm para doar e as instituições, por sua vez, identificam quais os produtos de que necessitam para a sua atividade. O processo de doação é criado a partir do cruzamento dessa informação.

O projeto iniciou a fase de testes em maio e foi lançado oficialmente em outubro. Em 2023, ao longo de cerca de oito meses de funcionamento da plataforma, foram doados mais de 1.500 produtos, desde frigoríficos a material elétrico, como disjuntores e interruptores, mas também peças de mobiliário, como camas e estantes. Os produtos são maioritariamente novos, mas também há equipamentos usados que estão em boas condições. No âmbito do projeto, podem ainda ser doadas pilhas, baterias e têxteis.

Entre as instituições beneficiárias estão, por exemplo, a Refood, organização eco humanitária de combate ao desperdício alimentar; a Ami e a Fundação do Gil. A Aldeia de Crianças SOS e a Cruz Vermelha também integram a lista de 52 instituições inscritas que podem solicitar os donativos. A plataforma conta, atualmente, com 20 empresas inscritas como doadoras de equipamentos, incluindo a Whirlpool, o IKEA, a Schneider Electric, a Leroy Merlin e a Rádio Popular, entre outras.

Trata-se de um processo de doação segura. As várias fases são acompanhadas pelo Electrão, de forma a garantir que os equipamentos doados têm o fim a que se destinam e não integram circuitos comerciais paralelos.

O CEO do Electrão, Pedro Nazareth, enaltece os resultados de um projeto pioneiro que associa a promoção da sustentabilidade e a economia circular à componente social: “Esta é uma solução solidária e sustentável, que promove o prolongamento da vida dos equipamentos, previne a produção de resíduos, evita o desperdício, minimiza o consumo de matérias-primas, garante uma maior eficiência no uso de recursos e reduz o impacto ambiental. É um projeto que alia a sustentabilidade nas suas três principais vertentes: ambiental, social e económica”, sublinha.

Para as empresas com produtos nunca utilizados, mas que por alguma razão não podem ser vendidos, esta é também uma oportunidade de obter benefícios fiscais e antecipar novas diretrizes europeias, que irão proibir a destruição de produtos duráveis não vendidos, tal como previsto no Regulamento para a Conceção Ecológica de Produtos Sustentáveis.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra