ONU vai construir grande muralha verde para conter avanço do deserto do Saara

Onze países africanos e as Nações Unidas estão a preparar um projecto para parar o avanço do deserto do Saara, que consiste numa grande muralha verde – ou seja, na plantação em massa de árvores pelo continente africano, no uso sustentável das florestas em regiões áridas.

O declínio da quantidade de chuva, aliado à degradação do solo ocasionada por pecuária e desflorestação, fizeram o deserto do Saara expandir-se nas últimas décadas. Este projecto pretende acalmar esta expansão, melhorando da qualidade de vida das comunidades locais.

Depois de completa, esta faixa verde terá 15 quilómetros de largura e 7.000 quilómetros de comprimento, cruzando África de leste a oeste. Será um megaprojecto de sustentabilidade, um dos maiores do mundo.

As árvores começaram a ser plantadas em 2008, no Senegal. Mauritânia, Mali, Burkina Faso, Níger, Nigéria, Chade, Sudão, Etiópia, Eritreia e Djibouti são os outros países que integram o projecto.

Este corredor de árvores funcionará como uma barreira contra os ventos secos vindos do Saara. Assim, os níveis de humidade aumentam e permitem o florescimento da agricultura. As árvores plantadas no Senegal, aliás, já estão a dar frutos – literalmente.

Deixar uma resposta

1 comment

  1. D X

    Espero que funcione. E que um dia o Sarah volte a florescer como antes! Mas já não devo estar cá para ver.

Patrocinadores

css.php