Os lobos estão em vias de extinção. Poderá o YouTube salvá-los?

O lobo-ibério, o lobo-vermelho e o lobo-etíope são espécies em risco de extinção, segundo a Lista Vermelha da IUCN. O lobo-cinzento é o único da espécie que se considera ter uma população estável, no entanto, tudo isto se deve aos esforços de conservação desempenhados ao longo dos anos. Os especialistas procuram agora outras formas de contribuir para uma contínua preservação do animal.

Um estudo  da North Carolina State University, nos Estados Unidos da América, aponta que a Internet e o YouTube particularmente, pode contribuir para a conservação dos lobos.

A investigação analisou o comportamento e opinião de 273 pessoas após visualizarem diferentes vídeos sobre lobos, de caráter neutro, positivo e negativo.

O público no geral já tinha uma ideia positiva do mamífero antes de ser exposto aos conteúdos, mas a sua tolerância mostrou-se influenciada consoante o que foi visionado. Os vídeos positivos aumentaram a aceitação e a vontade de ação em defesa dos lobos, enquanto que os negativos enfraqueceram as suas ideias. Notou-se também uma diferença a nível político, independentemente do caráter dos vídeos, os liberais mostraram-se mais positivos do que os conservadores.

Os especialistas consideram que a plataforma YouTube pode influenciar e impulsionar a conservação desta e de muitas outras espécies de animais no mundo. Nils Peterson, do Departamento de Recursos Florestais e Ambientais da Universidade, afirma “Muitas espécies de animais selvagens com que nos preocupamos precisam apenas de tolerância para continuar a viver. Não são animais domésticos que precisam da nossa ajuda, só precisam de nós para não os matar ou destruir o seu habitat.”

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...