Os rios mais ameaçados do mundo

Dos Estados Unidos da América ao Camboja, passando pelo Brasil e China, encontramos diversos casos de rios que estão sob enormes ameaças ambientais. Um mundo cada vez mais industrializado, com agricultura produzida em massa e com constantes alterações climáticas provoca um impacto real na qualidade da água mundial. O The Guardian fez um apanhado dos rios mais poluídos, que aqui partilhamos.

E quais os rios mais ameaçados no planeta Terra? Aqui fica uma lista:

1- Everglades, Flórida, EUA – A galopante construção civil e o intenso desenvolvimento da agricultura na zona estão a ter um impacto imenso nas águas do Rio Everglades, na Flórida, causando inclusive o surgimento de um enorme manto de algas tóxicas nestas águas. Mais de metade da superfície do Everglades foi já destruída pelo desenvolvimento industrial e urbano. Recentemente, o governo norte-americano aprovou um pacote com medidas de recuperação da zona no valor de 2 mil milhões de dólares.

2- Rio Kaveri, Karnataka, Índia – O intenso crescimento populacional e as condições meteorológicas extremas nesta zona do país têm sido apontadas como causa de uma queda abrupta na água disponível na região. A utilização ineficiente deste recurso tem sido prática corrente, com a água deste rio a ser cada vez mais utilizada no regadio intenso de culturas agrícolas.

3- Rio Daldykan, Sibéria, Rússia- As águas num tom vermelho vivo são indícios difíceis de ocultar de crimes ambientais neste local. As suspeitas recaem para uma fuga num tubo, numa fábrica em Norilsk Nickel.

4- Rio Yamuna, Nova Deli, Índia – Este rio é já considerado um dos mais poluídos do mundo, com mais de 58% dos resíduos da cidade a serem directamente despejados nestas águas. Também os resíduos químicos provenientes das fábricas nas redondezas desaguam neste rio sem qualquer tratamento.

5- Rio Citarum, Indonésia – É tido como um dos dez locais mais poluídos do mundo, graças ao massivo despejo de resíduos nas margens deste rio. Centenas de fábricas têxtis a operar nas proximidades estão acusadas de despejar aqui lixívia, mercúrio e outros materiais altamente poluentes. A situação provocou já a extinção de mais de 60% das espécies de peixes a viver nestas águas.

6- Rio Mekong, Phnom Penh, Camboja – O sudeste Asiático está a sofrer uma seca recorde, com milhões de pessoas a serem afectadas pelo historicamente baixo nível do Rio Mekong. Como consequência, milhares de habitantes locais estão a usar estas águas, sem as devidas condições, na rega das suas culturas.

7- Rio Doce, Minas Gerais, Brasil – O colapso de uma barragem de resíduos numa mina de minério de ferro no sudeste brasileiro, em finais de 2015, foi considerado o maior desastre ambiental do país. O desastre que provocou a invasão de águas contaminadas no Rio Doce matou 19 pessoas, fez desaparecer do mapa uma cidade inteira e ameaçou outras tantas. O rio ficou altamente poluído, pondo em risco a vida das 1,6 milhões de pessoas que moram nas suas margens.

8- Rio Animas, Colorado, EUA – Em Agosto de 2015, trabalhadores da Agência de Protecção Ambiental libertaram acidentalmente milhões de litros de águas residuais contaminadas, com altas concentrações de arsénio, chumbo e ouros metais pesados. Os resíduos invadiram as águas, obrigando os estados do Colorado e Novo México a declararem a situação como desastre ambiental.

9- Bacia Murray-Darling, Austrália – Este rio cobre uma área de aproximadamente 1.06 milhões de km, acompanhando lado a lado uma das regiões de agricultura mais importantes do país, onde são produzidas frutas, vegetais, produtos lácteos, trigo e criação de gado – e todas estas actividades precisam de água. Na última década várias têm sido as polémicas associadas a esta bacia, muitas relacionadas com a cada vez maior utilização das águas por parte das indústrias locais, situação agravada por uma seca que dura há já vários anos.

10- Rio Yangtzé, China – É o maior rio da Ásia e perto de 1 terço da população chinesa vive nas suas margens ou depende directamente das suas águas. No entanto, o rio tem sofrido contínuos ataques ambientais, provocados pela rápida industrialização do país, pela enorme quantidade de resíduos e descargas de transportes, bem como pelos enormes empreendimentos hidroeléctricos nas proximidades do rio.

[nggallery id=3316 template=greensavers]

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...