Pequim: o caos do metro mais movimentado do mundo (com FOTOS)

Os cidadãos de Pequim já estão acostumados aos transportes públicos sobrelotados, aos imensos engarrafamentos e à intensa poluição atmosférica e a opção de ir de bicicleta não é viável a maior parte das vezes. Esta semana, os utilizadores dos transportes públicos deparam-se com mais um obstáculo: um sistema de segurança ao estilo dos aeroportos em algumas estações de metro. O resultado foi filas imensas e longas esperas para apanhar o metro.

A rede de metro de Pequim é a mais movimentada do mundo, efectuando cerca de 10 milhões de viagens por dia entre cerca de 200 estações. Tal significa que uma avaria temporária pode formar grupos numerosos nas plataformas.

Agora, além da habitual inspecção de segurança onde os utilizadores passam as malas por máquinas semelhantes às dos aeroportos, as pessoas também têm de ser inspeccionadas, tal como nos aeroportos. Cerca de nove estações de metro em Pequim já instalaram o sistema e, de acordo com a polícia de Pequim, a verificação “não deve demorar mais de 30 minutos”.

As autoridades instalaram um sistema de segurança mais apertado depois de terroristas terem atirado explosivos para um mercado cheio de pessoas em Urumqi, no oeste da China, causando a morte de mais de 30 pessoas no início do mês, refere o City Lab.

Além do controlo mais rigoroso nas estações de metro, Pequim introduziu também uma frota de helicópteros que vigia e fotografa em tempo real vários centros de transportes. Adicionalmente, os agentes policiais que patrulham as estações de metro passaram a estar munidos com pistolas.

Contudo, os cidadãos de Pequim dizem não se sentirem seguros, apesar do reforço na segurança. Como ávidos utilizadores das redes sociais que são, os utentes do metro de Pequim apressaram-se a postar fotos das filas de espera nas redes sociais, questionando propósito de tais medidas.

[nggallery id=606 template=greensavers]

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...