com o apoio
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Perceção vs realidade: ao contrário do que pensam os portugueses, as emissões de CO2 têm vindo a diminuir

A Ipsos Apeme, empresa de Estudos de Mercado, e o Prémio Cinco Estrelas, desenvolveram o estudo “Covid-19: Perceções vs Realidade” durante o mês de março, cujo objetivo era analisar o quão certos ou errados estão os portugueses face à realidade. Entre os temas investigados estão o ambiental, o consumo, e ainda questões demográficas e socioeconómicas.

A nível ambiental, o ano de 2020 ficou marcado como o melhor até à atualidade para a venda de automóveis elétricos, algo que os portugueses demonstraram ter conhecimento; foram matriculados 7830 ligeiros de passageiros, quase mais 14% do que em 2019.

Em termos de reciclagem, a resposta da maioria dos portugueses e os dados coincidiram mais uma vez. A reciclagem aumentou 13% em 2020, face ao ano anterior.

Relativamente às emissões de dióxido de carbono (CO2), os inquiridos afirmaram que tem existido um aumento, no entanto, de acordo com os dados apresentados estas têm vindo a reduzir. Exemplo disso é o facto de, entre 2009 e 2018, ter se registado uma diminuição de 7.626.400 toneladas de CO2.

Por outro lado, em relação ao consumo, os portugueses consideram que o tipo de produtos e serviços mais comprados online foram as compras de supermercado e as refeições, contudo, segundo o Instituto Nacional de Estatística os serviços mais comprados foram a roupa, o calçado e os acessórios.

Quanto ao número de nascimentos, foi detetada também alguma incerteza. Apesar de 45% acreditar que a taxa de natalidade diminuiu, em linha com a tendência real, – 1.908 nascimentos em 2020 face 2019 – mais de 48% acredita que o número de nascimentos aumentou ou manteve-se igual.

De forma conclusiva, as entidades revelam que os entrevistados têm um maior conhecimento em temas relacionados com a pandemia da Covid-19, estando muito próximos dos dados reais, mas também em temas como o número populacional do país e o valor do ordenado mínimo nacional.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...