Portugal inova e harmoniza sinalética de 41.000 ecopontos

As designações das embalagens e as regras para a separação dos diversos resíduos de embalagem vão passar a ser iguais em todo o País, um projecto desenvolvido por uma equipa formada pela EGF, EGSRA e Sociedade Ponto Verde (SPV) e que será o único do género a nível europeu. “É um passo essencial para o esclarecimento do consumidor e tornará o acto de separação mais simples e a informação mais clara”, explica a SPV em comunicado.

O primeiro ecoponto universal foi colocado na freguesia de Almancil, no concelho de Loulé, na sexta-feira. Os ecopontos encontram-se já no Jardim das Comunidades. A harmonização da sinalética seguirá depois para os 308 municípios portugueses.

Na sinalética actual ainda se identificam, por vezes, regras contraditórias e terminologias diferentes. Conscientes desta questão, a EGF, EGSRA e a SPV, com o apoio dos sistemas de gestão de resíduos e das autarquias, desenvolveram uma nova sinalética com o objectivo de mitigar as possíveis situações geradoras de dúvidas e erros na separação dos resíduos e sua deposição nos ecopontos, quando nos referimos a diferentes sistemas municipais.

“Este trabalho só foi possível graças à estreita colaboração entre a SPV, os sistemas municipais e as autarquias. Acreditamos que este trabalho vai ajudar a reduzir os erros e dúvidas e contribuir para o aumento da separação de resíduos por parte dos cidadãos e para a redução do refugo, materiais que são colocados indevidamente nos ecopontos gerando custos na sua segregação”, afirmou Luís Veiga Martins, director-geral da Sociedade Ponto Verde.

Ao longo dos próximos anos, esta nova sinalética será progressivamente implementada nos mais de 41.000 ecopontos espalhados pelo território nacional e nos diversos suportes de comunicação, através dos sistemas de gestão de resíduos.

“Com esta iniciativa, Portugal afirma-se como um exemplo na implementação de uma sinalética universal nos ecopontos, independentemente do município em que residem ou da fonte de informação consultada”, concluiu um comunicado da SPV.

Este artigo faz parte de um trabalho especial sobre Resíduos, publicado durante o mês de Junho e promovido pela Sociedade Ponto Verde. Todas as sugestões de temas podem ser enviadas para info@greensavers.pt. Siga a SPV no Facebook, YouTube, Pinterest ou Linkedin e assine a sua newsletter.

Deixar uma resposta

Patrocinadores