Primeira quinta eólica camuflada do mundo não vai interferir com sistemas de radar

A eléctrica francesa EDF uniu forças com a produtora de turbinas eólicas Vestas para criar a primeira quinta eólica camuflada do mundo, concebida para minimizar a interferência com os sistemas de radar. Na verdade, as torres eólicas vão continuar à vista de todos, mas para os radares é como se não existissem.

A quinta vai chamar-se “Ensemble Eolien Catalan” e será construída perto de Perpignan, na região dos Pirenéus orientais, devendo produzir cerca de 96 megawatts, o que a torna na maior quinta eólica francesa.

“É a première mundial para esta nova tecnologia”, indicou a porta-voz da EDF. A autorização para a construção da nova quinta eólica é também um passo importante para a energia eólica francesa, já que outros projectos de construção de eólicas estão bloqueados ou atrasados devido às preocupações com a possível interferência com os radares, que podem encobrir os sinais enviados por outros objectos.

Empresas como a Vestas têm passado os últimos anos a investigar maneiras de minimizar o impacto das eólicas nos radares. “Utilizámos tecnologias de tratamento de superfícies, incluindo algumas derivadas de aplicações militares”, indica o director da unidade francesa da Vestas, Nicolas Wolff, cita o Inhabitat. As novas turbinas desenvolvidas pela Vestas recorrem à mesma tecnologia utilizada pelos aviões militares que não são detectados pelos radares, através de uma combinação de formas, superfícies inclinadas e revestimentos de absorção radar para mascarar a área de reflexão.

Embora a tecnologia tenha já sido testada em duas turbinas na França, a Vestas indica que é necessário mais um ou dois anos de investigação antes de a tecnologia poder ser exportada para o Reino Unido ou para os Estados Unidos.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...