Quem quer comprar uma casa prestes a ser engolida pelo mar? (com FOTOS)

Moradia no Mar do Norte

Por apenas €30 mil (R$ 97 mil), o leitor poderá comprar uma casa à beira-mar em Easton Beavents, Suffolk, Reino Unido. Mas seja rápido – em breve, a casa deixará de existir.

Segundo a imprensa britânica, a casa em questão estaria a 1,6 quilómetros do Mar do Norte no século XVII. Agora, encontra-se apenas a oito metros da derrocada, um evento inevitável. Só no último mês, o mar “chegou-se” 60 centímetros para junto da casa, o que explica, por um lado, o preço em saldo da moradia. Por outro, parece implausível que o proprietário encontre um comprador para a casa, ainda que a autarquia já tenha garantido ajuda financeira para um futuro proprietário erguer uma nova casa noutro local, mais seguro.

As fotos tiradas entre 1998 e este mês são a prova de como o Mar do Norte está a “comer” território britânico. Há 15 anos, a casa tinha dois edifícios entre ela e o Mar do Norte. Uma década depois, a derrocada desta e todas as outras casas à beira-mar tornou-se uma inevitabilidade.

“Pode parecer de loucos tentar vender uma casa que está prestes a cair”, resumiu Andrew McTear, responsável pela imobiliária está a tratar da venda da casa. Ele, especialista, sabe melhor que ninguém que a casa permanecerá nas mesmas mãos.

Deixar uma resposta