Recicladores portugueses da Rede Electrão distinguidos com standard ambiental mais exigente da Europa

A Interecycling e a Renascimento, parceiros da Rede Electrão, receberam a certificação WEEELABEX, sinónimo de excelência no tratamento e reciclagem de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (REEE) na Europa.

Criada em Abril de 2013, a WEEELABEX é uma organização Europeia que tem a missão de desenvolver ferramentas de auditoria que promovam a excelência no tratamento de REEE. “Enquanto membro fundador, a Amb3E participou no desenvolvimento das normas que definem os requisitos de qualidade específicos para o tratamento e reciclagem de REEE. Estas exigem a implementação de regras operacionais e tecnológicas com a realização de testes de tratamento e análises químicas, bem como requisitos administrativos rigorosos”, explica a entidade em comunicado.

Segundo a Amb3E, o selo de qualidade do WEEELABEX – e a consequente harmonização das regras de mercado – é tanto mais importante quando “se tratam de REEE com substâncias nocivas para a saúde humana e para o ambiente, tais como metais pesados e CFC”.

“É essencial a internalização deste normativo no regime jurídico nacional, o que aliás foi aplicado na Holanda que apresenta o maior número de certificações, enquanto instrumento determinante para a melhoria do desempenho ambiental dos intervenientes na cadeia de valor dos REEE e para a mitigação das distorções no mercado interno”, explicou em comunicado Pedro Nazareth, director-geral da Amb3E.

“É de suma importância que a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) defina os critérios que devem servir de base ao tratamento destes resíduos, de modo a estabelecer um padrão harmonizado de desempenho ambiental entre operadores, promotor de uma concorrência sem enviesamentos”, concluiu.

Em 2014, a Amb3E desencadeou o processo de implementação das normas do WEEELABEX nos parceiros da Rede Electrão e, explica, continua a trabalhar no sentido de alargar o número de operadores da rede certificados. Nessa linha, financiou, integralmente, as auditorias WEEELABEX realizadas em 2015, que suportaram as certificações atribuídas.

A WEEELABEX tem 112 operadores em 11 países da União Europeia – o líder é a Holanda, que tem as normas inscritas na legislação. Apenas cinco operadores listados contemplam os quatro fluxos de REEE, um dos quais a portuguesa Interecycling.

Deixar uma resposta

Patrocinadores