Será que os ratos gostam de receber cócegas? Há um novo estudo para responder a esta questão

Uma nova investigação da Universidade de Bristol, no Reino Unido, decidiu perceber qual o impacto emocional das cócegas nos ratos.

O estudo publicado na Current Biology avança que, ao compreender as vocalizações de alta frequência emitidas pelos ratos, semelhantes ao riso humano, estas podem ser usadas como padrão de medida de resposta emocional para perceber como melhorar o bem-estar dos animais no laboratório. Assim, os cientistas descobriram que as vocalizações ultrassónicas de 50kHz refletem uma emoção positiva.

As vocalizações estão assim relacionadas com a sua experiência emocional. Alguns ratos emitiram sons, outros poucos ou até nenhum, levando à conclusão de que os que emitiram mais vocalizações são os que apresentam uma resposta positiva (50kHz).

A Science Daily afirma que em estudos anteriores já se tinha concluído que as altas vocalizações emitidas pelos ratos tinham uma conotação positiva, vindo a presente investigação reforçar essa ideia.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...