Síria: castelo medieval mais bem preservado do mundo em vias de destruição (com FOTOS)

Crac des Chevaliers, castelo ameaçado

Durante 900 anos, o Crac des Chevaliers foi um dos mais bem preservados castelos medievais do mundo, um local histórico listado pela Unesco e por onde passaram algumas das mais importantes figuras das daquela região, no último milénio.

No entanto, Crac des Chevaliers já foi atingido pelo caos que se vive na Síria, à medida que a população de Hosn por lá se refugiava. Em Março, uma ofensiva militar danificou algumas das paredes do castelo, enquanto um ataque aéreo destruiu parte do telhado e alguns artigos religiosos.

O Crac des Chevaliers, na verdade, é um dos monumentos históricos sírios que está prestes a ser destruído pela guerra civil do país, que está a pôr em causa a vida de milhares de pessoas, e algumas das suas maiores riquezas.

As fotografias publicadas pelo Daily Mail permitem ver colchões e tapetes no interior do castelo, assim como roupas, sapatos e fogões.

Situado a 65 quilómetros da cidade de Homs, a norte da fronteira com o Líbano, o local castelo foi habitado pela primeira vez durante o século XI, pelos curdos. O castelo foi construído entre 1142 e 1271. Veja algumas das fotos actuais do castelo e, a partir da nona fotografia 10, fotos de arquivo do castelo.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php